Sejam Bem Vindos

Espero de verdade vir a contribuir com as expectativas de vcs.
A ideia é falar de tudo um pouco,sabe aquele lugar que vc entra pra relaxar e sai sentindo-se bem, com outras perspectivas para sua vida?
Então, esta é a intenção!
Como uma Revista Virtual, que vc não quer parar de ler até chegar ao final!
Escrever é uma paixão antiga minha que acredito no êxito, desde o momento que caia no gosto de vcs!
Abração e Beijuxxx , Até mais....


Simplesmente Danielle .

Siga-me No Twitter

Filhos




Esta fase


Uma fase que merece muita atenção e carinho, além de orientação e boas conversas. Seu filho buscará ganhar mais autonomia, além de preferir passar seu tempo com jovens da mesma faixa etária. O gosto por esportes se intensifica e as saídas em grupo começam a aparecer – aniversários, boliches, cinema e shoppings centers são as primeiras de muitas atividades que vêm por aí.  De uma maneira sutil – sem invadir a privacidade do seu filho-, procure conhecer todas as companhias dele. Nesta época ele costuma eleger um “melhor amigo” ou “uma melhor amiga”

Caio Filipe,meu filho de 10 anos, está com estas atitudes
Já está na fase de ter muitos amigos e escolher os melhores


Seu filho Nessa fase iniciam-se o desenvolvimento dos órgãos genitais, surgindo modificações físicas no corpo, modificam-se os focos de interesse e, muitas vezes, iniciando o distanciamento dos pais. É importante conversar e explicar que o corpo vai sofrer modificações importantes, preparando-o para a vida adulta. A vacina anti HPV (prevenção do câncer de colo uterino) pode ser administrada a partir dos 9 anos, em meninas e meninos. O HPV é transmitido por relação sexual, mas o motivo de dar a vacina agora é que o corpo já consegue produzir os anticorpos.Como ajudarCaso seja mãe de uma menina, que tal explicar mais sobre a primeira menstruação  Se ela ainda não apareceu, pode chegar a qualquer momento e, por mais que escola, internet e amigas já façam suas explicações, nada melhor do que ouvir conselhos e dicas da própria mãe. Para evitar o susto e o despreparo, o ideal é que a menina já ande com um absorvente na bolsa. Se achar que não sabe como iniciar essa conversa – assim como falar sobre sexo-, leia sobre o assunto, converse com seu ginecologista e – principalmente – coloque-se no lugar dela.



Preocupações comuns



É uma fase de transição, em que seu filho ainda mantém o vínculo com a infância, mas aos poucos se torna adolescente. Ele mesmo não se entende e, aí, acha que você é que não o está compreendendo. Aparecem os primeiros sinais da puberdade, como o despontar dos seios. Em geral, a menstruação começa uns 2 anos depois disso. Pode ser que seu filho engorde um pouco antes de começar a espichar. Procure orientá-lo sobre hábitos saudáveis, mas sem drama. O pediatra pode avaliar se está tudo normal ou se você precisa adotar alguma medida especial. O uso exagerado de computadores e videogames pode ficar ainda mais intenso nessa etapa. Continue estipulando horários, fique de olho nos sites visitados pelo seu filho e incentive muito a leitura de livros.VocêA criança começa a pedir dinheiro para o lanche com os amigos, para o cinema, para o presente da amiguinha aniversariante. Aproveite essa fase para orientar seus filhos sobre o uso do dinheiro – estabeleça uma mesada e seus limites, por exemplo. É importante explicar, também, como usar - e se portar - transportes públicos, tendo noções de como se proteger e se deslocar na rua





Este ano
Ele já domina o corpo, tem equilíbrio e demonstra muita habilidade motora. Provavelmente já sabe ler e escrever, ainda que cometa erros, normal (segure a sua onda para não atrapalhar). Já sabe se vestir sozinho, abotoar a camisa, amarrar os sapatos. Aos poucos, vai ganhando autonomia, acorda e já veste o uniforme e toma o café da manhã, embora goste que você esteja por perto. Já tem um melhor amigo ou amiga e uma turma mais próxima. Essa é conhecida como a “idade da razão”, por seu filho já compreende conceitos como certo e errado, bem e mal.














Thiago Moreno, meu filho de 7 anos,lê, escreve,desenvolve muito bem seus pensamentos e escritas.











Seu filho

Às vezes ele parece estar num outro planeta, mas, na verdade, está explorando seu mundo interno. Já reflete mais e é mais prudente na hora de agir, preocupando-se em agradar. Gosta de ser elogiado, embora muitas vezes não demonstre (quem não gosta?). Pode ser muito auto-exigente, o que nem sempre é fácil. Na escola, já consegue se concentrar e tem sede por aprender e agradar ao professor. Já fica preocupado se percebe que pode chegar atrasado ou deixar de levar algo que a professora pediu. É uma fase de ajuste pessoal e social, o que nem sempre é fácil. O pai tem um papel importante nessa fase. Fique juntinho de seu filho, ajude-o nas tarefas, leve-o para ver a reprise de Guerra nas Estrelas. 
Como ajudarEstimule seu filho a escrever, de maneira gostosa, quase como uma brincadeira. Ele pode escrever cartas para os tios ou avós (vai adorar ir ao Correio, uma verdadeira aventura), fazer seu próprio livro (pode ser com sulfite dobrado mesmo), fazer listas do que quer ganhar de aniversário. Nada de forçar a barra. Ele já tem muitos desafios pela frente, visto que acaba de ingressar numa etapa escolar mais exigente, com tarefas e, dentro em breve, avaliações. Ajude-o a se organizar, leve-o a museus e passeios relacionados com o que está aprendendo na escola.

Você
Sim, seu filho está crescidinho, mas continua sendo seu filho, não babá do irmão mais novo. Ele está pronto para começar a assumir pequenas responsabilidades, mas vai continuar querendo colo e atenção, claro (e vai querer a vida inteira). Ele pode ficar confuso por ser considerado muito grande para ter certos comportamentos, muito pequeno para poder fazer certas coisas, talvez porque você também esteja um tanto surpreso por ter uma criança que já se distrai sozinha lendo aquele gibi e escrevendo suas histórias. É verdade, ele está cada vez mais autônomo, e isso é ótimo. Mas ainda precisa muito de você.
Ele pode parecer um pouco distante, às vezes um pouco difícil, fica bravo se não acerta a resposta da tarefa, fica tenso se o a cartolina do trabalho não é da cor correta. Pode parecer que ele não quer você por perto, mas quer, sim. Ele exige muito de si mesmo e não quer decepcionar os pais ou os professores, com quem tem uma relação de admiração e de quem quer aprovação. Não seja duro demais com ele, seu filho já está fazendo isso consigo próprio. Incentive-o, acolha-o, mostre que você confia na capacidade dele.
























































Meu Filho Raphael 5 aninhos e já lê tudo.


Raphael ama tirar fotos e Internet é o que ele mais se diverte.


Aos 5 anos, a criança já consegue entender mais seus colegas. Consegue realizar atividades em grupo, na escola, por exemplo, e percebe que as outras crianças também têm sentimentos, medos e vontades e respeita mais essas diferenças. Ele passa a compartilhar mais e têm facilidade para fazer novas amizades. Ainda não distingue totalmente o real do imaginário (não mente, mas imagina demais), nem o que é dela ou dos outros (por isso o conceito de “roubo” ainda não se aplica). Aos poucos começa a se localizar no tempo (manhã, tarde, noite, amanhã, ontem…) e no espaço (atrás, na frente, embaixo, em cima…).


Seu filho
Tablet, celular, computador… tudo isso parece nascer com as crianças de hoje. Mas, conforme elas crescem, o tempo usando essas tecnologias vai se intensificando e é preciso um pouquinho de controle por parte dos pais. O melhor lugar para o computador é na sala de estar, onde você possa checar o que seu filho está acessando. Como a gente bem sabe, para quase toda palavra que jogamos no Google aparece alguma imagem inadequada.  Use filtros e programas que bloqueiem links impróprios para menores. Existem smartphones que permitem criar uma área separada para a criança, separada da sua, que fica resguardada por senha.















Como ajudar
Seu filho pode estar naquela fase em que adora dizer palavrão e repetir palavras como xixi e cocô. Nada mais normal. Sim, é bacana mostrar que essas palavras não são adequadas em todos os ambientes, mas sem grandes dramas. E, se você não quer que ele fale muito palavrão, dê o exemplo. A criança quer fazer as coisas sozinha, tirar e por a roupa, escolher o que vai vestir. Permita, mesmo que fique meio descombinado. Como seu filho está aprendendo a se situar no tempo, é um bom momento para conversar sobre a história da família, dos avós, bisavós. Conte que o tio dele é irmão do pai, que os primos são filhos do tio. É importante se sentir parte de um clã.


Preocupações comuns
O sono se torna mais consistente, e seu filho dorme de 10 a 11 horas por noite. Estabelecer um horário para dormir e para acordar é crucial. O ideal é que ele seja o mesmo durante os sete dias da semana, para manter o bom funcionamento do relógio biológico da criança. Não deixe de contar histórias que dão medo, desde que acabem bem. Seu filho fica aliviado, pode acreditar. Se seu filho vive com sono, além de checar se está dormindo o suficiente (ente 10h e 11h nesta fase), perceba se está desanimado, trocando as brincadeiras pela cama. Nesse caso, pode ser um sinal de depressão. Fale com o pediatra para descartar causas orgânicas. Agora ele já deve controlar a bexiga à noite. Se ele ainda molha a cama, também é o caso de falar com o médico. Nada de criticá-lo ou ridicularizá-lo por causa disso, que não vai ajudar em nada.

Você
A criança está ganhando cada dia mais independência, então, aproveite esse momento para ensinar mais sobre a higiene do corpo dela. Você pode indicar muitas coisas por meio de brincadeiras, e fazer da hora do banho uma verdadeira festa. Esponjas divertidas, xampus coloridos e brinquedos aquáticos: todos podem ser grandes aliados. Faça a higiene dos pontos principais, mas deixe algumas partes para ele mesmo lavar, como os pés. Pode ser que seu filho queira escovar os dentes sozinhos, É bacana deixar e, depois, dar uma retocada na limpeza você mesmo. A escovação antes de dormir é a mais importante, não a deixe só por conta dele. Pode ser que seu filho já consiga amarrar os sapatos, mas muitas crianças só vão desenvolver essa habilidade mais tarde. Não se preocupe, ele vai aprender, não precisa ter pressa.

Fonte:http://revistapaisefilhos.uol.com.br






******************************************************************************************************************************************************************
Cliquem neste link e leiam :

http://www.mundomulher.com.br/?pg=17&sec=&sub=119&idtexto=15892&keys=Especialistas+alertam+para+os+sinais+do+consumismo+infantil



Esta matéria é interessantíssima!!!!

" Quase caí neste erro, preciso aprender a dizer não e a dar somente o necessário, os ensinando que existem valores mais importantes do que o brinquedinho que eles vão brincar por 3 dias e depois jogar fora!"








Fonte:http://revistapaisefilhos.com.br/saude/filhos/puberdade-precoce-saiba-como-identificar-e-tratar







Puberdade precoce: saiba como identificar e tratar

É cada vez mais comum que os pais e as crianças precisem lidar com o problema


A puberdade é um processo de amadurecimento, marcado por transformações físicas e biológicas no corpo das crianças, principalmente pelo desenvolvimento dos órgãos sexuais. É considerada precoce quando essas mudanças ocorrem antes dos 8 ou 9 anos nas meninas e antes dos 10, no caso dos meninos. Se já não é fácil perceber que seu “bebê’ cresceu quando isso acontece na época esperada, imagine quando sua ainda criança começa a virar adolescente. Essa fase de transição da infância para a adolescência pode ser difícil, tanto para os pais como para as crianças. “É uma fase muito complicada por causa dos sentimentos confusos que costumam acompanhar o surgimento desses sinais exteriores da maturidade sexual”, explica a psicóloga Solange Quintanilha, mãe de Fernando, Idelmar e Alessandra.

Nas meninas, é possível notar o crescimento das mamas e, nos meninos, o aumento dos testículos. Os pais devem acompanhar o desenvolvimento dos filhos e observar possíveis mudanças no comportamento e no humor desses adolescentes precoces, como medo, agitação, insegurança, isolamento e tristeza. As crianças que entram na puberdade mais cedo também podem ficar mais vulneráveis aos transtornos alimentares. A falta de maturidade pode causar desorientação e deixar as crianças irritadas por causa das transformações na aparência que não condizem com a maturidade psicológica. 
Existem algumas diferenças de gênero que marcam a puberdade precoce. Os meninos percebem mudanças no órgão genital e muitos ficam assustados, porque se  sentem diferentes dos outros colegas.  Com as meninas, a revolução é mais intensa, pois, além de corporal, é hormonal. Além do aparecimento dos seios, que faz com que elas pareçam mais adultas, elas precisam lidar com o a chegada da menstruação. Todo esse processo pode gerar algumas limitações, por isso é essencial que a criança se sinta à vontade para tirar dúvidas.  
A puberdade precoce pode ser amenizada com tratamento hormonal, que dever ser feito com o acompanhamento de um endocrinologista pediátrico.  Somente o profissional poderá dizer qual é o procedimento adequado, mas os principais tratamentos têm o objetivo de anular a menstruação, desacelerar o avanço da maturação óssea, retomar a velocidade normal do crescimento e normalizar possíveis problemas psicológicos e sociais.  No caso de não realizar o tratamento, a estatura final da criança pode ser prejudicada, além de alterações psicológicas decorrentes. 

     "Meu filho Caio têm apenas 9 anos, mas está realmente muito acelerado o crescimento dele,o odor axilar já se nota,aparecem algumas espinhas e a voz, nem se fala ,grossa !!!
Meu filho Caio,parece um adolescente,mas é um menino de 9 aninhos.
     É bom saber destas informações pois sabemos que devemos recorrer a um especialista para nos orientar..#Ficadica!!!"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CINE DANI

Assistam se puderem é maravilhoso!!!

Ame-se!!!Motivacional!!!

DaniCaio / CaioDani

Minha foto

Filha, Esposa, Mãe e Mulher.
Danielle Cunha,
Eu sou uma pessoa muito visceral, tudo que eu faço,faço com extrema intensidade.
Meu viver é Cristo!Amo Moda,mas amo a minha moda!
Sou eu, Simplesmente Danielle

RESUMO DA SEMANA:clique na foto para ler na íntegra!